Segunda-feira, 29 de Janeiro de 2007

Cartaz sem imagem

Vou colar o meu cartaz alusivo ao referendo sobre o aborto. Numa primeira imagem vê-se um daqueles fetos perfeitinhos que os movimentos pelo não gostam de exibir. De preferência sorrindo, nada que não se possa fazer com o Photoshop . Por baixo a legenda: "este bebé pode viver". Numa segunda imagem, paralela, vê-se um outro feto, mas desta vez sem um dos membros superiores. A legenda dirá: "este bebé pode morrer".

Os movimentos pelo não aceitam com naturalidade que um feto mal-formado ou nascido de uma violação pode ser "abatido". Do ponto de vista da alegada "defesa da vida" onde está a coerência?

Dia 11 de Fevereiro vou votar pelo sim.

publicado por Luis Euripo às 23:18
link do post | comentar | favorito

.correio para

luiseuripo@sapo.pt

.pesquisar

 

.posts recentes

. Real politic

. Pela boca morre o peixe-2

. Profecias

. Caso Esmeralda

. Silêncio

. A competência exige-se ao...

. Um ministro dá outro bril...

. Fadio vadio. Nota-se que ...

. Um negócio mal parado

. Verão

. A notícia

. O veto

. Vamos lá punir como deve ...

. Dá aí um jeitinho

. A culpa deve ser minha

. Não havia necessidade

. Regresso

. Férias!

. "Ser jornalista é chegar ...

. Joaquim Agostinho

.arquivos

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds