Domingo, 17 de Junho de 2007

Agora é que este blog está lixado

Toda a gente sabe que até prova em contrário existe a presunção de inocência. Um pouco como os católicos que se afirmam não praticantes, trata-se de um principio com o qual toda a gente concorda mas tendencialmente pouco respeitado. O já célebre professor Charrua, que nunca passou do anonimato enquanto discursava como deputado da nação, também beneficia deste principio basilar na qualidade de arguido num processo disciplinar. A quem não aproveita de todo é à directora do DREN, Margarida Moreira, que não é arguida em qualquer processo, ao que se saiba, e já foi amplamente condenada.
publicado por Luis Euripo às 16:49
link do post | comentar | favorito

.correio para

luiseuripo@sapo.pt

.pesquisar

 

.posts recentes

. Real politic

. Pela boca morre o peixe-2

. Profecias

. Caso Esmeralda

. Silêncio

. A competência exige-se ao...

. Um ministro dá outro bril...

. Fadio vadio. Nota-se que ...

. Um negócio mal parado

. Verão

. A notícia

. O veto

. Vamos lá punir como deve ...

. Dá aí um jeitinho

. A culpa deve ser minha

. Não havia necessidade

. Regresso

. Férias!

. "Ser jornalista é chegar ...

. Joaquim Agostinho

.arquivos

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds