Segunda-feira, 18 de Junho de 2007

O caderno errou




A propósito deste post, o caderno errou. Na verdade, como tive possibilidade de confirmar na edição de hoje, o Público publica na sua ficha técnica, em todo o esplendor da sua letra pequenina, o nome da entidade proprietária. Fica assim afastada a grave acusação de violação da Lei de Imprensa. As minhas desculpas ao director do jornal.

P.S.: Nos blogs, ao contrário dos jornais, podemos ser sempre um pouco mauzinhos quando rectificamos os nossos erros. E para que não se diga que passo a vida a dizer mal do Público, gosto do novo grafismo e da arrumação geral. Apesar de ter saudades do Público dos primeiros anos e achar Henrique Cayatte um designer genial.
publicado por Luis Euripo às 21:44
link do post | comentar | favorito

.correio para

luiseuripo@sapo.pt

.pesquisar

 

.posts recentes

. Real politic

. Pela boca morre o peixe-2

. Profecias

. Caso Esmeralda

. Silêncio

. A competência exige-se ao...

. Um ministro dá outro bril...

. Fadio vadio. Nota-se que ...

. Um negócio mal parado

. Verão

. A notícia

. O veto

. Vamos lá punir como deve ...

. Dá aí um jeitinho

. A culpa deve ser minha

. Não havia necessidade

. Regresso

. Férias!

. "Ser jornalista é chegar ...

. Joaquim Agostinho

.arquivos

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds