Quinta-feira, 1 de Fevereiro de 2007

Ide e adoptai

Quantas crianças aguardam por adopção em Portugal? Muitas. Imensas. Demasiadas. Aguardam em instituições até que haja interessados e sejam reunidas as condições exigidas na lei para que sejam adoptadas. Ao que ouvi, a taxa de adopção é de apenas 2,5%, contra 5% no resto da Europa. Muitas das almas que se comovem com a desprotegida Esmeralda bem podiam deixar os abaixo-assinados, os pedidos de "habeas corpus", as lamentações e os impropérios e ir buscar uma dessas crianças. O problema da Esmeralda, neste momento, não é o dessas crianças rejeitadas. O problema da Esmeralda, bem pelo contrário, é o de ser uma criança disputada por pessoas que reclamam direitos de paternidade. Esmeralda é vítima da sua sorte e do seu destino, mas também vítima das pessoas que, não tenho dúvidas, a amam. No entanto, um amor que não é isento de sentimentos de egoísmo e de posse. E é melhor ficar por aqui.
publicado por Luis Euripo às 21:23
link do post | comentar | favorito

.correio para

luiseuripo@sapo.pt

.pesquisar

 

.posts recentes

. Real politic

. Pela boca morre o peixe-2

. Profecias

. Caso Esmeralda

. Silêncio

. A competência exige-se ao...

. Um ministro dá outro bril...

. Fadio vadio. Nota-se que ...

. Um negócio mal parado

. Verão

. A notícia

. O veto

. Vamos lá punir como deve ...

. Dá aí um jeitinho

. A culpa deve ser minha

. Não havia necessidade

. Regresso

. Férias!

. "Ser jornalista é chegar ...

. Joaquim Agostinho

.arquivos

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds