Domingo, 1 de Julho de 2007

Efeitos secundários das alterações climatéricas

Sobre o caso do centro de saúde de Vieira do Minho, o Eduardo Pitta já disse (quase) tudo.
publicado por Luis Euripo às 18:34
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Junho de 2007

Uma questão de liberdades

O caso de uma telefonista que vendia roupa interior aos colegas do hospital onde exercia funções, o que lhe valeu um processo disciplinar, não mereceu qualquer repercussão nos media. Os tempos eram outros mas vale a saudável conclusão que a liberdade de expressão vale mais que a liberdade de comércio.
publicado por Luis Euripo às 21:33
link | comentar | favorito
Domingo, 17 de Junho de 2007

Ah, pois é


Um dos "privilégios" dos funcionários públicos é encontrarem-se genericamente obrigados ao cumprimento dos seus deveres funcionais mesmo fora das horas de serviço. E quando tomam posse como servidores do Estado prestam um juramento solene em que se comprometem a prestar com lealdade as funções que lhes são confiadas. Esta condição não é negociável, como quando se assina um simples contrato privado. Se um funcionário público insultar um colega, um utente ou o seu chefe à hora de almoço, ou ainda se assaltar um banco fora das horas de expediente, está sujeito ao respectivo estatuto disciplinar e suas sanções. Com o Estado não se brinca.
publicado por Luis Euripo às 17:24
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

É licenciado em ciências militares?

Para um cargo de director de departamento, a Câmara Municipal de Loulé pretende recrutar um licenciado em ciências militares. Se você é engenheiro, gestor, economista, jurista ou possuidor de qualquer outra licenciatura, nem pense em enviar candidatura. Para o exercício do cargo exige-se "competência e aptidão técnica para o exercício de funções de direcção, coordenação e controlo, capacidade de liderança, iniciativa e gestão das motivações e boa capacidade de definição de objectivos de actuação; Formação profissional específica e/ou relacionada com a área funcional posta a concurso", algo que, pelos vistos, só nas academias militares se alcança.

Poderia, ao estilo de José Manuel Fernandes (ver post anterior), "arriscar" e afirmar que este concurso tem retrato. Porém, não o faço. Não sou jornalista, ninguém me dará as informações necessárias e não sou interessado directo no concurso. Ora aqui está um bom caso para "escrutinar".

Os curiosos poderão consultar o Diário da República, II Série, n.º 92, de 14 de Maio de 2007.

Boa sorte!
publicado por Luis Euripo às 10:33
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 12 de Março de 2007

Sai mais uma administração pública?

Neste país, toda a gente parece ter opinião sobre a reforma da administração pública. O que é mais extraordinário é que sendo a dita o monstro que parece preencher todo o espaço, continue a ser uma realidade tão pouco conhecida. Começa na ignorância dos governos - todos eles - que se vêem na contingência de ter de contratar sábios para preparar relatórios e medidas de aconselhamento. Depois começa a sair legislação que se vai alterando de legislatura para legislatura, ao ritmo dos novos governos e da produção dos sábios que afinal não eram infalíveis. Um dos mitos que alimenta esta rotina consiste na ideia de que a administração pública se criou a ela própria, o que constitui um excelente álibi para esconder que a mesma é resultado das políticas dos governos, dos partidos que os sustentam e dos eleitores que os legitimam. Logo, tem a responsabilidade de todos nós. Assim, vamos continuando a assistir alegremente ao desfile de ex-ministros das finanças que opinam catedraticamente sobre as suas criações. Tratando-se de coisa pública, bata-se à vontade, como o dono faz ao seu cão.
publicado por Luis Euripo às 17:24
link | comentar | ver comentários (2) | favorito

.correio para

luiseuripo@sapo.pt

.pesquisar

 

.posts recentes

. Efeitos secundários das a...

. Uma questão de liberdades

. Ah, pois é

. É licenciado em ciências ...

. Sai mais uma administraçã...

.arquivos

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds