Terça-feira, 2 de Outubro de 2007

Pela boca morre o peixe-2




Por ocasião do Benfica-Sporting de Abril deste ano, Paulo Bento, referindo-se à arbitragem de Pedro Henriques, que terá cometido alguns erros graves em benefício do Sporting, afirmava com todo o fair-play: "Num jogo destes é normal surgirem alguns erros".
publicado por Luis Euripo às 18:03
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

Miccoli



Se calhar foi a última vez que vimos Miccoli jogar com a camisola do Benfica. Mas estes dois anos ofereceram-nos o privilégio de assistir a exibições verdadeiramente entusiasmantes de um jogador que não afina pela bitola do futebol actual. Não é um avançado alto e espadaúdo, é baixo e atarracado. Não faz o previsível, imagina. Inventa ângulos de remate impossíveis. Aparece em zonas de campo politicamente incorrectas para um avançado. Enfim, criou uma empatia com os benfiquistas ao alcance de poucos.

Boa a atitude do público no jogo de ontem, percebendo que os resultados desportivos desta época são conjunturais mas o Benfica é para sempre.
publicado por Luis Euripo às 14:51
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 30 de Abril de 2007

Pela boca morre o peixe




Paulo Bento, respondendo a "A Bola", no final do Benfica-Sporting :

Como analisa o trabalho de Pedro Henriques?

— Não me parece que no lance de Miccoli ele fosse isolar-se. Além disso nem foi falta. No lance de um eventual segundo amarelo do Caneira também não houve falta. Nenhuma das equipas tem razão de queixa da arbitragem. E num jogo destes é normal surgirem alguns erros.


Então se o pobre do Caneira foi injustiçado, uma vez que, na perspectiva do Bento, não cometeu qualquer falta nos lances em questão, não tem razões de queixa da arbitragem? Sim senhor! Grande magnanimidade! Desde que o Paciência ficou com os olhos presos ao chão que não via tamanha pérola.


Ah, e quanto ao Caneira? Esse também acha que não cometeu falta mas ia depois ver na televisão...

publicado por Luis Euripo às 18:01
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Fevereiro de 2007

Benfica no top 20



A notícia de que o Benfica entrou para o top 20 dos clubes mundiais em termos de capacidade de gerar receitas é motivo de orgulho para os adeptos do Glorioso. E lança desafios a outros sectores da economia, se encararmos cinicamente o futebol como uma mera actividade económica. Quantas empresas em  Portugal serão capazes de entrar num ranking mundial a este nível? As habituais carpideiras nacionais podem olhar-se ao espelho e interrogar-se: qual é o meu lugar no ranking?

O lado negro que o estudo da Delloite revela tem a ver com as receitas derivadas dos direitos televisivos. O Benfica, e todos os clubes portugueses, encontra-se manietado por contratos celebrados com a Olivedesportos. São contratos verdadeiramente lesivos dos interesses dos clubes e dos próprios consumidores em geral. Seria bom que a Autoridade da Concorrência um dia perdesse algum do seu precioso tempo a analisá-los. Razão tinha Vale e Azevedo, por mais politicamente incorrecto que seja dizê-lo.
publicado por Luis Euripo às 17:03
link | comentar | favorito

.correio para

luiseuripo@sapo.pt

.pesquisar

 

.posts recentes

. Pela boca morre o peixe-2

. Miccoli

. Pela boca morre o peixe

. Benfica no top 20

.arquivos

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds